quinta-feira, 24 de maio de 2007

Fotos do alto da Torre do Relógio da USP

Não é sempre que a gente pode subir lá no alto... Porque o portão de acesso fica sempre trancado, e só abriu esses dias que o pessoal da ocupação da reitoria da USP aproveitou que devem ter achado a chave e liberaram pra galera! uhú!

Então lá vão as fotos que tirei anteontem (à noite, como pode perceber; tive que usar a opção manual da câmera, que quase nunca uso: deixei a abertura focal em 2,8, o máximo possível; e o tempo variando entre vários a 1 segundo, 2, de exposição; ficaram um tanto tremidas, mas se não fosse assim, ia ficar tudo escuro; não editei nenhuma foto em programas de edição de imagens, elas estão aí como foram tiradas):


Antiga Reitoria (pode clicar nas fotos para ver ampliadas)



Reitoria e Crusp (moradia de estudantes sem dinheiro e/ou com sorte de morar lá)



Crusp



Ponte de acesso à Torre do Relógio, vista de cima



Turismo na Torre aberto ao público



Inclusive pra este turista/jornalista/blogueiro/eu aqui, né... (foto tirada pelo Guilherme do Jornal do Campus, e a câmera que aparece na minha mão é dele; pois é, ainda não tenho uma dessas; depois tb tirei uma foto dele)



Alguém sabia que lá no alto da Torre tem um sino?



Registro da ocupação pela turma



Pra terminar por hoje, lá embaixo, perto da enorme assembléia de estudantes junto à reitoria, o repórter José Antônio Bournier, da TV Globo, transmitindo ao vivo pro Jornal Nacional (e/ou pro Jornal da Globo não ao vivo)

2 comentários:

erica disse...

ótimas fotos

Iberê Thenório disse...

Fala, Tchê!

Tirei as minhas fotos exatamente na mesma configuração que você. Pra não tremer, apoiei a câmera no parapeito do relógio. O proplema é que o negócio tem uma capa dezinco e sempre alguém dava um esbarrão e a câera tremia.

Gostei da foto do repórter!

Abraço,

Iberê