quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Veja como é a dia-a-dia de bezerros, vacas, galinhas e porcos

Creio que é importante para qualquer um conhecer como é o cotidiano da seleção de lindos pintinhos recém-nascidos. Bebês sendo selecionados ou jogados fora e triturados. Está a partir do trecho 6'55 (6 minutos e 55 segundos) do vídeo a seguir. Saiba mais nos tópicos descritos abaixo e escolha o que quer ver.

(parte 2 de 6)



A partir de 4'45 -> comer carne questionado, e mostra-se a sensibilidade dos animais, linguagem, capacidade social.

5'34 -> Marly Winckler fala sobre imaginário. Animais soltos, brincando. Loguinhos bonitinhos.
6'21 -> termina de falar, mostra "catação" de galinha para o abate.
6'55 -> pintinhos.
7'10 -> seleção.
7'45 -> este não tem proveito mais, tem que triturar.
8'15 -> "bastante defeituoso"; jogados fora, td dia.
8'38 -> mostrados mortos na caçamba.
8'45-> processo: jogados no lixo.

-----------------
(parte 3 de 6)



Por volta dos 30s -> diferença entre galinha ao natural e galinha em produção
2'57 -> abuso de poder de negros “sem alma” e de vacas leiteiras.
4'20 -> bezerro tentando sair da corda
7'30 -> vacas preparadas para abate
8'36 -> em fila para abate
9'10 -> chega perto da cena do tiro
9'39 -> cena hiper-chocante em que o boi olha pra gente vidrado

-------------------------
(parte 4 de 6)



4'18 -> inicia cenas hiper-chocantes com cenas de morte e música -> pode deixar ir até os 5'15...

[Trechos do documentário em vídeo A Carne é Fraca, do Instituto Nina Rosa.]

3 comentários:

Guiga disse...

Alguém tem coragem de ver essas coisas? Eu fiquei mal só de ler a descrição das imagens!

Clara Liz disse...

Aplauso para os dois últimos posts! Ao contrário de Guiga, eu tenho coragem - e faço questão - de ver e rever estas e outras coisas. E quanto mais eu vejo, mais certeza eu tenho de que escolhi o melhor caminho quando me tornei vegetariana. O problema é passar pelas crises de adaptação-ao-mundo-cruel, como a que estou vivendo agora; que bom saber que não sou a única a me horrorizar...

Iberê disse...

É, Xê... Aos poucos você me convence a me tornar vegetariano. Esse vídeo, sem dúvida, traz bons argumentos.